Drivers - ACP Red Bull
06
Viajar com os mais pequenos

Viajar com os mais pequenos

Como viajar com crianças sem problemas

Levar os filhos no carro – principalmente quando são muito jovens – é uma das decisões mais difíceis para os pais quando estão a planear as férias. O calor do verão, o frio do inverno, as longas horas de caminho e o desconforto colocam os filhos e os pais no limite da paciência, criando muito stress desnecessário. Para evitar desconcentrações ao volante e garantir a segurança dos adultos e crianças, fica com alguns princípios fundamentais das viagens com os mais jovens:
Anda devagar e tem paciência

Anda devagar e tem paciência

O tempo passado no carro pode parecer uma tortura, mas o importante é aproveitar as paragens. Pára mais vezes, habitua-te ao ritmo das crianças e sê paciente quando eles pedem para brincar ou ficar mais algum tempo nalgum sítio. Faz o teu plano de forma a ter margem de manobra para estas alterações.
Inclui os teus filhos no planeamento

Inclui os teus filhos no planeamento

As férias são uma oportunidade para realizar os teus sonhos e visitar sítios que te interessam, mas é importante perceber se as crianças também vão gostar. Tenta perceber o que eles acham das cidades que escolheste e encontra formas de os manter divertidos e ocupados.
Controlar sempre a velocidade

Controlar sempre a velocidade

Um pequeno aumento da velocidade a que conduzimos faz crescer exponencialmente o risco de acidente. Cumpre os limites de velocidade e não tenhas pressa.
Não leves demasiada tralha

Não leves demasiada tralha

Claro que os pais querem prevenir-se para tudo o que possa acontecer, mas lembra-te disto: há crianças em todo o lado. Isto significa que podes comprar fraldas, chupetas, comida e muito mais no local que vais visitar. Ocupar espaço no carro com estas coisas só vai aumentar o stress e contribuir para o cansaço mental dos pais.
Leva sempre o kit essencial

Leva sempre o kit essencial

Pequenas refeições, água e os brinquedos favoritos dos filhos são presenças obrigatórias na mala de todos os pais. Estas autênticas boias de salvação podem ser suficientes para evitar birras e irritação nas crianças e nos adultos, e melhorar a segurança de todos.
Não compliques demasiado

Não compliques demasiado

As crianças têm grande facilidade para se adaptarem a novos hábitos e rotinas; se não comerem sopa ou a mesma papa quando estão a viajar, não há problema nenhum. Este tipo de preocupações só existe na cabeça dos pais, por isso relaxa.
Planeia os passeios

Planeia os passeios

Transportar as crianças é sempre uma preocupação, seja ao colo, com carrinho, com pano ou alcofa. Pesquisa o tipo de ruas que vais encontrar e vê as vantagens e desvantagens de cada tipo de transporte, tendo sempre em conta que as crianças vão cansar-se e ficar com sono, e que vão parecer mais pesadas.